fbpx

Évora é das cidades mais antigas de Portugal, o seu centro histórico é de uma beleza única!

Situa-se no centro do Alentejo, o seu nome original era Ébora e foi uma cidade defendida por um forte castelo e cercada por sólidas muralhas. 

A nossa Tour começa com a saída de Lisboa em direção a Évora, passando pela ponte 25 de Abril, onde durante o trajeto poderá vislumbrar o Cristo Rei que fica em Almada. 

Chegando a Évora começaremos por visitar a Praça do Giraldo, tem este nome por homenagem a Geraldo Geraldes, o Sem Pavor, que conquistou Évora aos mouros em 1167. 

Em seguida visitaremos as muralhas do Castelo que ainda permanecem intactas. Classificado como Património Mundial da Humanidade, pela UNESCO. Dom Afonso Henriques fez a primeira conquista a partir desta fortaleza, que voltaria a ser reconquistada pelos muçulmanos, só voltando a definitivamente às forças cristãs numa segunda reconquista, por Geraldo, o Sem Pavor. 

Sugerimos almoçar num dos típicos restaurantes da cidade para apreciar a gastronomia alentejana que o vai deixar deliciado!

A próxima visita será a Capela dos Ossos, que faz parte da Igreja de São Francisco. Esta capela é dos monumentos mais conhecidos da cidade, por uns considerada assustadora, por outros um simples monumento, mas por todos com certeza bastante fascinante.

A Capela dos Ossos foi edificada no século XVII por iniciativa de três frades franciscanos cujo objetivo era transmitir a mensagem da transitoriedade e fragilidade da vida humana. Mensagem essa que é claramente passada à entrada dos visitantes na Capela, onde se pode ler: “Nós ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”.

As paredes e os pilares da Capela são todos revestidos por ossos e crânios humanos.

Nunca poderíamos deixar Évora sem visitar o famoso Templo Romano de Évora, conhecido como Templo de Diana. 

De estilo coríntio, o templo romano foi construído no início do século I, d.C. e fica situado no centro histórico da cidade, mais precisamente no Largo Conde de Vila Flor. Vai gostar de visitar este monumento que atravessa séculos. 

A última paragem antes do regresso a casa é feito na Sé de Évora, de seu verdadeiro nome Basílica Sé da Nossa Senhora da Assunção. É a maior catedral medieval de Portugal. No caminho poderá ainda fazer compras de produtos artesanais na rua que leva à Sé.

Classificada como Património Mundial desde 1986 apelidada de “Cidade Branca” e também de “Cidade Museu”.

Évora deslumbra os seus visitantes com o seu exuberante conjunto arquitetónico e artístico, igrejas monumentais, praças históricas, o casario branco e as estreitas ruas medievais convidam a descobrir uma cidade cheia de culturas que se estabeleceram, deixaram marcas e estão na origem da identidade portuguesa.